“Reinventando a vida” foi o tema mais votado na enquete do post da semana passada. Hoje, vamos conversar sobre reinventar a vida para encontrar um novo “normal”. Em meio às várias leituras à respeito do momento que estamos passando, me deparei com um texto bem pertinente de uma pesquisadora e professora de Ciências políticas da Universidade de Toronto (Canadá). Aisha Ahimad tem ampla experiência e é autora de estudos sobre a adaptação às condições de guerra e de crise em países como Afeganistão e Paquistão. Nas palavras dela:

“É simplesmente impossível voltar à vida como se nada disso tivesse acontecido”.

“A resposta emocional e espiritualmente saudável seria se preparar para ser mudado para sempre”

Aisha Ahimad

No texto, Aisha dá conselhos para ajudar professores e acadêmicos à lidarem com a situação e, embora usando exemplos diretamente aplicáveis à mim, você pode perfeitamente usá-los adaptando a sua própria condição de vida. A autora diz que passamos por 3 estágios de adaptação:

  • Segurança física e mental (estar com a família, cuidar da alimentação e dar apoio as pessoas que estão na linha de frente);
  • Modificação mental (readaptar sem forçar pois cada um tem seu tempo, não cobrar desempenho, reconhecer suas próprias limitações)
  • Incorporação do novo normal (depois das adaptações anteriores é hora de organizar, pois tudo parece ser mais natural).

É claro que estamos com medo. São muitas as incertezas. Acredito que muitas profissionais estão passando pelas dificuldades decorrentes da restrição de trabalho, diminuição da procura por serviços e impossibilidade de atuação, devido às normas de segurança instituídas pelos órgãos de saúde. A preocupação imediata é a falta de segurança financeira (para pagar as contas e para a manutenção dos serviços essenciais) ou o receio de que seu ofício, ao término do isolamento social, seja considerado obsoleto.

Sou professora e já ouvi alguns papos sobre a chegada do dia em que o professor será substituído pela tecnologia e se tornará desnecessário. Com 18 anos lecionando no ensino superior, também fico apreensiva à respeito das mudanças que estão ocorrendo. Então, lembrei-me da época que houve o boom do livro digital ou ebook em 2007 com o lançamento do Kindle pela Amazon. Muitos falavam da morte do livro físico, o papel seria considerado coisa do passado. Hoje, percebemos que ambos continuam presentes no nosso dia-a-dia.

A Amazon está oferecendo boas promoções em ebooks que custam menos que os livros em papel, além disso, há muitos deles gratuitos por aí. Aproveite! Se você quiser conhecer o Kindle, clique na figura abaixo 👇

Por outro lado, muitas profissões foram extintas pelo avanço da ciência, aumento populacional, criação de novos produtos, meios de comunicação e de transporte e que nos levaram à mudanças de hábitos. Podemos citar alguns ofícios, muito úteis no passado, mas que deixaram de existir devido às novas necessidades da sociedade:

  • Telefonista
  • Acendedor de poste
  • Datilógrafo
  • Leiteiro
  • Vendedor de Enciclopédias
  • Atendente de locadora de fitas de video-cassete e DVDs

Podemos esperar algumas modificações nesse sentido daqui para frente. “O mundo já mudou!”. É tempo de repensar sobre o que é necessário e o que é supérfluo (falei sobre isso nesse 👉 post). Durante o período de isolamento tornei-me mais observadora e comecei a prestar mais atenção sobre:

  • normas e cuidados com o manejo e preparo de alimentos.
  • valorização dos produtores e comerciantes locais.
  • a importância do trabalho em grupo para a atuação multiprofissional, seja lá qual for a área de conhecimento.
  • Reconhecer a dedicação e o empenho na realização de qualquer tipo de trabalho.
  • Dar apoio, na medida do possível, com o que você sabe fazer (o que não obrigatoriamente representa somente ajuda financeira).

Pausa para a indicação da música!🎹 Para esse post indico um dos arranjos do grupo The Piano Guys, uma turma de músicos que começou a divulgar seus trabalhos pelo YouTube e em 2011 lançaram seu primeiro álbum. Eu os conheci naquela época e fiquei encantada. Eles mesclam músicas clássicas (eruditas) com músicas populares e atuais. O resultado é magnífico! Clique nesse 👉 link e escute Beethoven’s 5 Secrets – The Piano Guys.

“Não apenas pratique sua arte,

mas force o seu caminho em seus Segredos,

pois isso e o conhecimento podem elevar

o homem ao Divino”

Beethoven

Também refleti muito sobre a minha área de atuação. Venho usando uma parte significativa do meu tempo (além de toda a demanda doméstica, os afazeres de mãe e a preparação de aulas) para aprender sobre novas ferramentas didáticas, diferentes maneiras de me aproximar dos meus alunos, mesmo estando geograficamente separada. Cursos, novas experiências, outras maneiras de enxergar um mesmo problema.

Novas propostas de prestação de serviços estão sendo apresentadas para atender as novas necessidades. Como exemplo, posso citar o aluguel de equipamentos de ginástica (bicicleta, mini-trampolins, barras e halteres) que podem ser oferecidos em conjunto com aulas de personal trainer online (com hora marcada ou vídeo com exercícios personalizados).

A venda de hortaliças em formato delivery, com entrega de frutas, legumes e verduras frescas na porta de casa, conforme encomenda prévia e preço justo, também é um exemplo de prestação de serviço que trouxe praticidade e segurança aos clientes. Se você não pode ir à montanha, a montanha vai até você!

Também falei sobre a relevância do apoio social explicando o significado da palavra sororidade em um post anterior (leia 👉 AQUI) e enfatizo mais uma vez o apoio mútuo como questão de sobrevivência. Tive o prazer de ser recebida (em meio virtual) por um grupo de mulheres empreendedoras da minha cidade que se ajudam, compartilham informações e experiências e divulgam seus produtos e serviços. Me dei conta da quantidade e da qualidade de tudo o que é produzido por elas, o capricho, a criatividade, a dedicação e o profissionalismo dessas mulheres que estão se reinventando, a cada dia, para atenderem as novas demandas dos seus respectivos nichos de mercado. Não está sendo fácil para ninguém! Porém, como mencionei no 👉 post da semana passada, não existe sorte ou dom, existe esforço!

“Inteligência é a capacidade de se adaptar às mudanças”

Stephen Hawking

Para quem me acompanha nas redes sociais, disponibilizei uma playlist com as músicas indicadas nos posts do blog Cresce e Aparece! no Spotify para você ouvir e curtir na hora que quiser. As novas músicas serão incluídas na playlist na medida em que forem publicadas aqui nos posts. Para acessar clique abaixo 👇

🎧 Audioblog 🎧

Audioblog: Como encontrar um novo “normal”. 26/04/20

Antes de terminar esse texto, gostaria de agradecer as postagens, curtidas, compartilhamentos e comentários de leitoras e leitores que vêm acompanhando o blog Cresce e Aparece! Somente há poucos dias eu consegui responder aos comentários, pois, como você sabe, também estou aprendendo a mexer nos programas e aplicativos para compartilhar com você as minhas novas experiências da meia-idade. Dê uma olhadinha no site. Se você ainda não comentou, deixe sua opinião ou sugestão na caixinha de comentários logo abaixo. Assim, vou me adaptando para que os nossos futuros posts sejam recheados de dicas e novidades!

Apareça sempre! Grande beijo 😘 e até logo mais 👋

Um comentário sobre “Como encontrar um novo “normal”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s