Você sabe o que significa “Wabi Sabi“? É uma expressão exclusivamente japonesa e, por isso, de difícil tradução. “Wabi” remete à moderação, a frugalidade, o oposto de extravagância ou desperdício; enquanto “Sabi” se refere à tranquilidade e à serenidade que, muitas vezes, acompanha a maturidade emocional. Podemos dizer que, quando damos um novo uso para coisas antigas, quando enxergamos a beleza mesmo nas coisas imperfeitas ou incompletas, quando captamos com sensibilidade os detalhes discretos e esquecidos ou quando compreendemos a transitoriedade de tudo, estamos praticando “Wabi Sabi“. Uma frase da Anne, personagem principal da série da Netflix 👉 “Anne with an E“, mostra a essência da referida expressão japonesa:

“Coisas quebradas tem uma certa beleza triste. Depois de anos de histórias e triunfos e tragédias infundidas nelas, elas podem ser muito mais românticas do que coisas novas que não tiveram aventuras”

Anne with an E

Não sou tão dramática quanto a Anne e não estou encorajando ninguém a ficar acumulando cacarecos que não servem para nada. Nem mesmo ficar guardando objetos usados em uma única ocasião e que “algum dia” podem servir para alguma coisa. Ou ainda, ficar esperando aparecer um dia especial para tirar aquelas peças escondidas do fundo do armário. Muito pelo contrário! Quem me conhece, sabe bem minha opinião sobre esse assunto. Colocar em prática o “Wabi Sabi” é impedir a ostentação e o luxo e principalmente o desperdício. Quando percebo que não estou usando determinado utensílio, roupa, material ou outro objeto, encontro uma nova maneira de usá-lo. Caso contrário, coloco à venda ou para doação. Afinal, alguém pode estar precisando!

Nesse sentido, seguindo o significado dessa expressão, vamos focar na palavra da língua portuguesa “Reaproveitar“👍.

O primeiro objeto que me veio à mente foi a “Almofada de leitura“. Eu gosto muito de ler antes de dormir. Deixo meus livros na mesinha de cabeceira da cama, coloco um travesseiro para encostar e outro no meu colo para apoiar o livro enquanto leio. Os travesseiros não são confortáveis e nem anatômicos pois não são fabricados para essa função. As vezes me dá dor nas costas…Na verdade, quero te mostrar que existem dois aparatos que seriam úteis e específicos nesse caso, o encosto e a almofada para leitura (que você pode colocar o livro ou o seu aparelho eletrônico).

Quanto aos modelos de apoio, achei um mais bonito do que o outro! Há diversos tipos de artesanato com tecido e uma variedade de ideias para deixar seu momento de leitura muito mais charmoso e com tudo o que você precisa ao alcance das mãos (marcador, lápis, óculos de leitura). Vou te passar uma lista de links com ideias bem legais que selecionei para você confeccionar para uso próprio ou para ganhar uma grana extra com a venda.

Veja que lindinhas essas almofadas!

  • DIY – Almofada para Leitura – Costura fácil e Criativa
  • Almofada de leitura: passo a passo – Os Robbies da Deo
  • Almofada para leitura infantil: passo a passo – Arteirices e Costurices

Se for fazer para vender, não se esqueça de colocar na ponta do lápis todos os gastos e despesas para a produção como, materiais, tempo, energia elétrica, entre outros para costurar as peças. Assim, você sabe o preço de custo e acrescenta a sua porcentagem de lucro.

Também pensei em dar um novo uso para um objeto que você talvez já tenha em casa. A almofada para amamentação, aquela em formato de “U” para apoiar o bebê enquanto amamenta, pode muito bem ser usada tanto para apoio para as costas quanto para apoio do seu livro (encaixe na sua cintura). Se você não tem, você pode fazer a sua! (ou fazer algumas para vender). Eu escolhi um vídeo explicando como fazer a almofada de maneira bem simples (e bem rápido para não perder tempo) para disponibilizar aqui no post. Escolha um tecido macio e anote os materiais necessários conforme o vídeo abaixo👇

  • Almofada de amamentação com molde – Suellen Redesign

Se você não quiser ou não puder costurar, existem alguns modelos de encostos disponíveis no mercado. Há aqueles que se parecem com uma poltrona, os triangulares, os revestidos com tecido aveludado ou impermeável. Garimpando, você deve achar esses produtos que indiquei 👉AQUI e aproveite esse site para ter desconto de até 20% até o dia 31/05/20 em produtos de decoração e organização.

Costumo dar outros usos para as coisas de casa, que por ventura, estão desgastados, descorados ou rasgados. No 👉post da semana passada eu dei a dica da meia-calça e que fez o maior sucesso com as leitoras do blog. Hoje vou te contar o que fiz com a minha rede de balanço que rasgou nas extremidades. Retirei a parte rasgada e descartei. O restante do tecido, eu dobrei ao meio e cortei. A metade do tecido, eu reservei para fazer tapetes para colocar na porta ou no chão próximo à pia da cozinha. A outra metade, cortei 6 retângulos (44 X 63 cm) e os transformei em panos de prato. Para ficar mais bonito e enfeitado, eu costurei em cada pano, retalhos de tecido estampado (44 X 09 cm) em uma de suas bordas. Veja como ficou o trabalho depois de pronto! Pode imitar à vontade!

A toalha de banho quando fica velhinha pode ser transformada em uma linda e prática “Touca de toalha” e, aquelas que abrem pequenos rasgos tornam-se panos de chão (são ótimas para secar o banheiro molhado). Eu uso a minha touca de toalha depois do banho para secar o cabelo molhado à noite enquanto eu vou adiantando as coisas em casa (filhos, janta, cachorro etc). Depois, ligo o secador rapidinho, pois meu cabelo nesta altura está quase totalmente seco. Economia de tempo e dinheiro! A minha touca é antiga, ganhei de presente. Eu vou fazer outra peça e, quando ficar pronta, eu posto aqui para você palpitar! Para isso, descolei um molde com todas as marcações para compartilhar com você. Vamos fazer? ✂️📏✏️ Clique na imagem abaixo👇, pois está tudo explicadinho!

Como sou professora👩‍🏫, e tenho filhos em idade escolar, o que mais tem em casa é livro e caderno. No início do ano passado fiz uma “rapa” nos armários para dar um fim para as coisas que não usava mais. Doei alguns livros, separei lixo reciclável e percebi muitos cadernos usados parcialmente com várias folhas em branco. Como já havia adquirido o material escolar daquele ano, decidi reutilizar tais folhas e confeccionei cadernos para doar para crianças que ainda não tinham esse material. Usei as capas, tirei o espiral usado e descartei, reuni as folhas não usadas e agrupei. Levei à papelaria para colocar o espiral novo de acordo com a quantidade de folhas. Encapei com papel colorido e plástico. Estavam prontos 8 cadernos para serem novamente usados!

Bem, você leu muitas dicas aqui, fez algumas peças para não ter que comprar coisas novas e economizou um dinheiro. Decidiu fazer outras para presentear os parentes e sobraram algumas que você poderia vender. Aí, você pensa: “Como eu vou divulgar as minhas belezuras?“, “Eu sou tímida! Não tenho noção de como fazer chegar as minhas criações às pessoas!” ou “Mas, eu vou ganhar tão pouquinho que não vale à pena o trabalho!“.

Será mesmo?

Vou começar falando sobre esse último pensamento hipotético. Seja lá qual for a quantia que você ganhar vai ser sempre maior do que “Zero Real“, ou seja, você vai somar um dinheiro extra no seu orçamento, que talvez possa fazer a diferença ao inteirá-lo no valor de um item que você está, há tempos, querendo comprar. Além do mais, não custa lembrar que “de grão em grão, a galinha enche o papo”!🐓

Quanto aos outros pensamentos, posso te passar uma dica de leitura para tentar te ajudar a dar o primeiro passo. Mostre seu Trabalho: 10 maneiras de compartilhar sua criatividade e ser descoberto do autor Austin Kleon é um livro de leitura descontraída e ótimo para você tomar coragem para colocar suas ideias em prática. Indiquei outro livro do mesmo autor em post anterior. Super recomendo! 😉

Para saber mais clique na imagem👇

Antes de concluir, vamos para a indicação da música. No dia das mães meu filho tocou essa música no piano para mim! Coisa mais linda! 😍 E agora, vou compartilhar com você Photograph na voz de Ed Sheeran. Para ouvir, clique abaixo👇

Se você ainda não segue o blog Cresce e Aparece!, não perca a oportunidade de acompanhar textos com temas úteis para o seu dia-a-dia. Todo domingo um novo post para você que não tem tempo à perder e quer dar à sua vida um novo propósito! (Falarei mais sobre isso, aguarde!)

🎧 Audioblog 🎧

Audioblog: Transformando pequenas coisas para fazer grandes mudanças. 24/05/2020

Para interagir neste site, fiz um post explicando “tudim” para facilitar o processo. Para acessá-lo, clique 👉 AQUI

Agradeço a sua companhia❤️ e te espero na próxima semana!

Grande beijo😘 e até logo mais👋

5 comentários sobre “Transformando pequenas coisas para fazer grandes mudanças

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s