Você conhece as posturas corporais que te ajudam a vencer seus medos para você poder tomar iniciativas e atingir seus objetivos? Pois bem! No post da semana passada falamos sobre a importância de melhorar a postura com a finalidade de evitar desvios posturais e prevenir as dores nas costas, além de conquistar um perfil mais bonito e jovial. Nesse texto, mostrarei para você de que forma a nossa postura e determinadas expressões emocionais estampadas no corpo podem influenciar na maneira como nos sentimos e como as pessoas nos veem.

A linguagem corporal diz muito, mesmo quando não proferimos uma única palavra. De acordo com👉 Albert Mehrabian, passamos a nossa mensagem em uma interação pessoal primordialmente de maneira “não-verbal“. Segundo o pesquisador, 55% da comunicação acontece por gestos, expressões faciais e postura, 38% pelas características vocais (entonação da voz, bem como seu ritmo, velocidade, altura) e apenas 7% de palavras propriamente ditas (verbal). Não significa que retirando o verbal, você entenderia o que a pessoa quer te dizer em qualquer idioma, na verdade, a interpretação da mensagem é feita com base nessas fontes interligadas da comunicação. Caso seja detectada alguma incoerência entre as três fontes, a não-verbal será priorizada sobre as outras. É por meio do corpo que comunicamos através das emoções o que estamos sentindo. Inconsistências são percebidas, por exemplo, quando a pessoa diz estar “tudo bem“, mas sua postura mostra o contrário.

Quando nos sentimos seguras tendemos a expandir o peito, levantar o queixo e mostrar uma postura mais ereta. De acordo com a psicóloga Amy Cuddy, todos nós apresentamos alguns trejeitos e reações comumente observadas em momentos positivos. O sorriso, os braços para cima em uma comemoração, foco no olhar quando estamos prestando atenção e interessados numa conversa, são exemplos da referida linguagem. Assista à palestra proferida por Amy na TED para saber um pouco mais👇

Por outro lado, quando nos sentimos inseguros, com algum receio em momentos de incerteza tendemos a nos encolher, arqueamos a coluna, abaixamos a cabeça e o olhar. Ou ainda, em situações estressantes que envolvem tensão e ansiedade, a frequência da respiração aumenta e fica mais curta; os músculos dos ombros e do pescoço se enrijecem, a testa ganha rugas de preocupação. Em ambos os casos, algumas expressões ocorrem em frações de segundos enquanto outras podem ser imperceptíveis aos olhares menos atentos ou experientes.

Esse assunto não é recente, mas observamos um aumento da aplicação desses conhecimentos em diferentes contextos, ganhando destaque tanto nas pesquisas atuais quanto na mídia. Para você ter uma noção, a obra “Expressão das emoções no homem e nos animais” foi publicada por Charles Darwin em 1872 e o psicólogo americano Paul Ekman foi pioneiro nas pesquisas sobre as expressões faciais publicadas desde a década de 1970.

Abaixo, algumas sugestões de livros. Clique nas imagens para conhecer👇 ou pesquise outros livros sobre o tema acessando👉 AQUI.

Se respondemos corporalmente ao que sentimos, fazendo do corpo o “palco para a expressão das emoções” nas palavras do neurocientista Antônio Damásio, podemos talvez “enganar” o cérebro com a expressão corporal relacionada ao sentimento positivo equivalente. (dica de livro abaixo para dar uma espiada👇)

Um dos experimentos relatados por Amy Cuddy foi justamente observar se executar uma postura poderia interferir na intenção da pessoa em agir de modo correspondente. Ela verificou que manter apenas 2 minutos em uma postura relacionada às diferentes posições de poder consegue alterar significativamente a concentração de alguns hormônios relacionados às respostas emocionais positivas para ter iniciativa e liderança, ou seja, aumentando a testosterona (hormônio da dominância) e reduzindo o cortisol (hormônio do estresse). Essas alterações sinalizam para o cérebro que, por sua vez, interpreta que temos capacidade para agir.

Montar uma postura parecida com a pose clássica apresentada por diversas heroínas dos quadrinhos e do cinema, como a “Mulher Maravilha“, a “Super Girl” e a “Tempestade“, pode nos ajudar a melhorar a autoconfiança. Essas posições podem ser chamadas “Poses de Poder“.

Não adianta somente mudar a postura e não se preparar constantemente para lidar com situações adversas e os problemas cotidianos. As poses de poder vão dar aquela “forcinha“💪🏻 para tomarmos a iniciativa.

A sugestão é “fingir até se tornar realidade“. A mudança para uma postura corporal mais confiante (Poderosa!) vai, gradativamente, fazer com que você se sinta e se comporte como tal. E quando for necessário agir, você estará mais acostumada e confortável com o seu novo modo de ser. Isso é obviamente útil em muitas situações, tais como antes de uma reunião importante, da sua entrevista de emprego, de uma conversa decisiva com o companheiro ou companheira.

Como eu posso praticar, Pri? Você me perguntaria.

  • Primeiro, leia o👉 POST da semana passada onde eu dei dicas para melhorar a sua postura e aplique as orientações (inclusive, você percebeu a pose da atriz na capa do post?).
  • Acostumando-se com a postura correta, use o espelho para ensaiar a “pose de poder“, igual a das imagens das super mulheres acima.
  • Descruze os braços e olhe nos olhos 👁👁(no seu reflexo ou de outra pessoa).
  • Tente fazer a expressão facial como se fosse tirar uma “self” e, quando acabar a pandemia, treine o aperto de mão firme🤝🏻.

Para saber mais sobre o tema, indico o livro “O poder da presença“. Clique na imagem abaixo para dar uma olhadinha e depois adquirir o seu👇

Agora, antes de finalizar o texto e deixar um comunicado importante, vamos dar a pausa para a música do post

#Dica de Música do Blog🎼

Para parabenizar o maridão que faz aniversário nesta semana, escolhi uma das famosas composições de Ennio Morricone, “Tema de Deborah” do filme “Era um vez na América” apresentada em um concerto realizado em Veneza em 2007. Aprecie! 👇

Para terminar o texto, gostaria de contar para você que senti ser agora o momento certo para uma mudança no blog.

O nosso site está se consolidando gradualmente e chegou a hora de expandir em mais uma frente de atuação. Com o objetivo de👉 vicejar sempre e ajudar as leitoras a crescerem e aparecerem, o blog começou pequenino em 2020 com textos dominicais e o audioblog. Em seguida, foi ganhando espaço com o👉 #valeuadica, a 👉playlist com as sugestões de👉 músicas no Spotify, o 👉 Podcast contendo a narração dos posts em diferentes aplicativos de áudio e a divulgação de informações periódicas nas páginas das redes sociais (👉Facebook, 👉Instagram e 👉Pinterest), atingindo mais de 10 mil visualizações.

A produção de um E-BOOK ✍🏻 é o novo projeto que levará a marca Cresce e Aparece! (sim, a marca está em processo de registro!®).

O livro eletrônico conterá tudo o que há de mais atual e facilmente aplicável no que se refere à mulher de meia-idade. Abordarei a fundo os temas mais relevantes, selecionados entre aqueles de maior interesse das leitoras e leitores que acessaram os textos durante esses quase 2 anos de publicações. Tudo a ser redigido de maneira leve e sem firulas, da forma que você já conhece💖.

📌Agora vem o recadinho importante📢.

Para que essa empreitada seja possível, a frequência de publicação dos novos posts no site passará de semanal para mensal a partir do próximo mês. A proposta é elaborar com muito carinho e capricho esse novo produto que fará parte da família Cresce e Aparece! A marca que tem o propósito de traduzir a nova meia-idade feminina e atingir a Boniteza“, pois acreditamos que

“a sua força e seu viço estão dentro de você em qualquer idade e podemos ajudá-la a descobri-los!”

Então marque as datas dos próximos posts (conforme a figura abaixo) para não perder nenhuma novidade. Para facilitar, siga o nosso blog para você ser avisada automaticamente no seu e-mail (preencha no final da página e clique no botão “Assinar“).

Faça parte desse movimento das mulheres 40+: Cresça e Apareça!!! (agora é um ótimo momento para montar aquela pose de poder😉)

Grande beijo💋 e até domingo.

#perennial

#todaidadeimporta

#boniteza

👇Avalie esse post.

Ps* Veja o que significa a palavra “boniteza” cunhada pelo grande educador Paulo Freire clicando 👉AQUI

🎧Audioblog🎧

Audioblog: Como melhorar a autoconfiança na meia-idade usando poses de poder. 19/09/2021.

2 comentários sobre “Como melhorar a autoconfiança na meia-idade usando poses de poder

  1. Q boniteza saber de seu novo projeto, Priscila. Um gde presente para nós, suas leitoras e seguidoras, sobretudo para quem ainda prefere o papel aos meios eletrônicos (como eu).
    Tenho certeza q será um sucesso.
    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s